“AnAencefalia”

•Dezembro 25, 2012 • Deixe um Comentário

Untitled-1

O que somos nós? Algo tão pequeno em algo tão grande. Algo pequeno que pensa em outro algo pequeno, assim  tornando-o grande e pesado impossível de carregar, absorver, tampouco desfazer-se.

Forçar algo provavelmente impossível tem sido minha atual rotina, aproximar, conversar, querer, viver e saber que isso não é tudo. Quase felizmente me mata.

Não gosto tanto quanto você imagina, quanto eu imagino gostar. Sempre me engano, te engano. Doentio, atrapalhado, estressante, desencorpado, enfim irritante. Só penso que estou aqui nesta rotina exageradamente dramática, porque quero, quero de volta a chance, a chance de ser o que era pra ter sido, nós forçamos algo que não era nosso. Tudo que era pra ser foi,  foi ótimo e errado. Eu amo ser seu amigo e conversar com você mas parece que só eu. Não teremos outra chance, a chance de conviver mais uma vez, ser presente um na vida do outro. Na realidade o que me falta é o teu não.

Sentir o teu cheiro é estranho, mas posso pensar que é perfeitamente normal?

 

Quero sua amizade, confiança

Voltando ao que eu dizia…

•Fevereiro 21, 2011 • Deixe um Comentário

Depois de tanto tempo sem escrever parece estranho voltar aqui, não tenho toda aquela dor e sofrimento, depressão que cultivava sempre, sempre saindo de um problema e entrando em outro de total semelhança. A rotina quebrou meu ritual diario de pensamentos negativos, essa vida de adulto mal pago me consumiu e em tão pouco tempo virei outro escravo da sociedade materialista. Agora minhas preocupações são unicamente ligadas ao dinheiro, não queria ser tão materialista a ponto de viver pra comprar, não queria essa filosofia de que somos o que temos, mas se eu não me adaptar como vai ser?  Enfim não quero falar disso materialismo e cotidiano estressante, aqui sempre foi o meu canto de falar de sentimentos, de conversar comigo mesmo o que eu não consigo conversar com ninguém, de colocar pra fora o que me encomoda e o que me faz bem. Ultimamente não tenho tido tempo pra relacionamentos, apesar de ter conhecido pessoas maravilhosas, pessoas que realmente me identifico. Nãosei muito bem o que estou fazendo e nem o porque faço, sem me envolver demais e ao mesmo tempo envolvendo-me muito, pessoas na defenciva me deixam realmente curioso, parece que problemas pessoais as fazem se fechar e eu nunca sei obter essa chave, enfim, estou muito mais feliz agora e quero sempre me envolver mais e mais com pessoas como você, com você, quero viver cada momento bom e não me preocupar com o amanhã! Vamos tentar fazer aquele lance de viva cada momento comose fosse o último? x]

2010~2011

•Janeiro 8, 2011 • Deixe um Comentário

Hoje é o que? Dia 8?
O ano anterior passou tão rápido que nem percebi, tinha dias que eu torcia pra passar rápido, outras vezes torcia pro dia nunca acabar. Ano de decepções e descobertas. Ano que mais me decepcionei com as pessoas em geral, ano que eu mudei muito a minha forma de pensar. Ano que resolvi deixar para trás minha amizade mais importante. Ano que conheci uma das pessoas mais fodas do mundo ao meu modo de ver. Estou fazendo este post so pra atualizar o blog, não tenho um raciocinio muito bom as 9 da manha entao vou ficando por aqui vou trabalhar e depois escrevo algo mais elaborado.

Pensativo e inoperante

•Dezembro 16, 2010 • Deixe um Comentário

Sabe quando temos aquela sensação de não ter sensação alguma? É como se tivesse pego a música pela metade, o filme já no fim. As vezes eu me perco no tempo e não sei nem mais o que estou vivendo, o que estou fazendo. Sinto como se eu estivesse bloqueado, sem saber como viver. Adquiri uma habilidade de ficar tranquilo sobrenatural, vou aproveitar esse momento pra me reconstruir. Paz e bem!

”Ninguém pode começar denovo mas, qualquer um pode fazer um novo fim.” Chico Xavier.

ANÁlise idiota

•Dezembro 10, 2010 • Deixe um Comentário


Já fazem o que, três meses e meio que você me deixou?
Cansei de pensar em você todas as horas de todos os dias, quando durmo, quando acordo, quando viajo, quando fico em casa, quando bebo ou quando estou sóbrio. Prefiro acreditar que gosto de sofrer, acreditar que  penso em você porque quero e não porque não consigo deixar de pensar. Apareceu na minha vida como uma droga que me viciou, já não aguento mais viver nessa abstinência. Não admito pra ninguém que ainda penso em você, não admito pra mim mesmo que preciso te esquecer. Não consigo matar você em meus pensamentos muito menos acreditar na verdade que é não mais te ter. Fico feliz por ter a cabeça no lugar e saber suportar esse tipo de coisa, na verdade eu não sofria assim a algum tempo, me entrego tanto em pensamentos, eu até gosto dessa sensação de desprezo e culpa. Analisando fato por fato, eu sofro porque quero e a situação chegou até onde chegou porque eu permiti, minha culpa não é tão maior que a sua. Eu já era isso antes de te conhecer, aprendi a ser melhor mas não mudei tanto. Ainda amo você porque não aprendi a amar a mim.

“Quem é mais sentimental que eu ? ”

Nem tudo escrito aqui corresponde a realidade do escritor rsrs(risos).
Cada vez eu escrevo pior!
O título é proposital.

Desleixo

•Dezembro 6, 2010 • Deixe um Comentário

Depressaomascarada

Ser depressivo é tão mais prático, essa minha preguiça de feliz ser, um dia me mata.
Viver lamentando é tão mais prático, essa minha preguiça de  feliz ser, está me matando.
Chorar é tão mais prático, essa minha preguiça de feliz ser, já matou parte de mim.
Com você aprendi a ser feliz.
Com você aprendi a amar quem me ama.
Com você eu tinha motivo pra acordar.

“Tira esse azedume do meu peito
E com respeito trate minha dor;
Se, hoje, sem você, eu sofro tanto,
Tens no meu pranto, a certeza de um amor; “

“Mas peço pra que, um dia, se pensares em trazer-me seus olhares,
Faça porque te convém; “

Realidade abstrata.

•Novembro 7, 2010 • Deixe um Comentário

É normal dizer que a vida é uma droga, nunca estamos felizes com nada achamos que a felicidade dura pouco porque fazemos pouco pra ser feliz. Não deveríamos ser como plantas, presos ao chão sem sonhar e tendo a necessidade de um sol pra nos fazer crescer fortes. Grande parte do problema é querer viver o que já passou esquecer-se de hoje, querer viver amanhã algo que nem lutamos pra conquistar nesse agora. Deixa ser como será.

Prometemos a nós mesmos uma mudança e após 2h já estamos fazendo tudo igual novamente. Achamos injusta a vida pelo que fazemos, esquecemos que para os outros tudo que passamos pré-molda nossa imagem,  ninguém nos conhece tão bem a ponto de saber o que merecemos de verdade, fazer por merecer, dar pra receber, deixar de retrair-se pra crescer, passar tudo de bom que tem sem esperar nada de ninguém, parem de viver a vida dos outros a sua é muito mais importante. Viver bem os três tempos verbais mais básicos, para que a vida seja sempre bem conjugada.
“Ontem é história. Amanhã é mistério e HOJE é uma dádiva. Por isso se chama ‘presente’.” (Brian Dyson).