To act, to act, to live to die!

Agir, a arte da atitude, essencial a um homem de sucesso e ao mesmo tempo é o que mais falta em mim. Eu deveria me sentir mal quanto a isso, mas, na maioria das vezes me salva de fazer algumas idiotisses, cometer enganos que possam vir a ser irreparáveis. Também me priva de quase tudo que é bom, tudo tem seu lado negativo.

O preço que se paga as vezes é alto demais…♫♪

Esses dias andei pesando em uma pessoa em especial um pouco mais do que o normal, em todos os gestos, ações, razões, emoções, no jeito em que ela rebate um não, na forma que transforma sua opnião em algo totalmente persuasivo. Confesso que fui bem próximo de agir, quase me superei, até que por medo de errar e perder o que parar mim tem grande importância, dei um passo para trás e coloquei tudo na balança da razão/emoção, foi o mais sensato a ser feito.

Obrigado parte covarde do meu eu, dizem que o amor é cego, e o ser humano mentiro. Eu digo que a paixão tem boa visão, só que ouvidos moucos, que só ouvem a ótima melodia percusionada pelo coração. O animal mais inteligente e mais burro, tudo em um, assim como esses temperos de mercado.

Nunca  fui de luta, muito menos de tentar me superar, gosto sempre de fazer o mais simples, e tomar os menores caminhos, as vezes me pergunto qual é o meu propósito aquim já que não faço nada do que realmente quero, e não vivo como todo o resto. É como se todos dossem máquinas criadas e pré-destinadas a uma vida programada e eu um protótipo mal feito, mal rsolvido, sem finalidade específica.

Todos combram de seus próximos o que mais conhecem o ponto forte da personalidade, no meu caso cobram o palhaço, a pessoa que sempre ri todos os dias, me desculpem, o palhaço não nasceu com a maquiagem branca nem o nariz grande e vermelho, e nem vive assim e não vai morrer assim, ele é um personagem, um estado mental específico.

O resumo da vida é: querer ser sempre o que não é, querer ter o que não tem, querer curtir o que não curte, querer guardar o que sente pra si, e comprar tristeza pagando com felicidade, você não sabe que é rico até falir. Tudo está à volta, ao redor da palavra ATITUDE.

Lágrimas não lavam nada, felicidade não existe, o que existe é vontade de não ser triste e atitude. Talvez eu arrume atitude, e faça o que sempre quis fazer… é uma pena para quem fica!

I saw you a my records last night
You said, Who are you? Who are you?

Teus lábios são labirintos…♫♪

~ por Anderson Fernandes em Maio 21, 2010.

2 Respostas to “To act, to act, to live to die!”

  1. essa imagem me agonia, mas o post tá bom! obrigada pelo comentário. também gostei do seu blog.

  2. CARA MNUITO BOM!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: