Nem tão “klaro”.

metamorfose

Voltei, apertei novamente a mesma tecla.

 Persistir no erro trata-se de uma normalidade quando falamos de mim, já foi uma garrafa e essa coisa pesada não vai embora,
sempre dá errado e cada vez fica mais óbvio que o problema não são as pessoas o problema talvez seja eu. Fico tentando conduzir algo sem controle, tentando fazer as coisas do meu jeito, deduzindo as coisas de forma paranóica querendo ser o centro do universo.
 Já parei pra contar quantas pessoas especiais perdi em conta disso, não é tão fácil mudar é mais prático reclamar, por isso fiz o blog hahaha. É difícil tornar tão público o que sentimos, mas de certa forma traz um alívio quase que imediato de uma boa parte do problema.
 Depositar a felicidade em outras pessoas é tão automático que fica difícil de controlar, e quando damos conta já estamos sem rumo, é chato ser fraco, o mais chato é parecer que nos fazemos de vitíma e não é bem assim:/. Espero conseguri ser essa metamorfose ambulante e ter uma nova opnião formada sobre tudo.

~ por Anderson Fernandes em Agosto 18, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: